domingo, 24 de agosto de 2008

Master and Commander

Como já devem de ter reparado, um dos meus temas literários preferidos, são os romances históricos, já referi vários deles, no Pipasblog e neste blog, a série Alatriste.
Naturalmente, este próximo comentário é sobre outra série de romances históricos que eu igualmente aprecio e muito.
Os livros em questão, são as aventuras do capitão Jack Aubrey e do médico seu amigo Stephen Maturin, na série "Master and Commander", que retrata a vida da Royal Navy (Marinha de Guerra Inglesa) no princípio do séc XIX, durante as guerras napoleónicas.
Recentemente esta série deu origem a um esplêndido filme, com Russell Crowe a desempenhar o papel do capitão Aubrey de uma forma exemplar.
Este livros, são escritos por Patrick O'Brian, escritor inglês que iniciou a série nos anos 70 do séc. XX e conta já com 20 livros publicados só desta série, tendo igualmente uma vasta obra publicada relacionada com outros temas.
O rigor histórico nesta série é impressionante, tal como a vida a bordo e toda a parte naútica descrita.
Os pormenores são exaustivos, as descrições das acções de marinharia, navegação, todo o aparelho do navio, (parte relativa à manobra do mesmo, desde as velas, mastros, lemes, etc.), é descrito com uma intensidade tal, que nos faz pensar que pertencemos à tripulação dos navios e que os estamos a manobrar ou a participar nas diversas acções, como as fainas de velas, por exemplo.
Igualmente, a parte humana também é magnificamente retratada, as relações entre os marinheiros, a vida a bordo com todas as suas dificuldades, a hierarquia militar, tudo é levado ao pormenor sem descurar nada.
Eu, devido à minha vida profissional, posso assegurar que assim foi e ainda são, algumas das coisas descritas nos livros, referente à vida a bordo.
Os livros, para além de muito rigorosos nos aspectos atrás referidos, também estão repletos de acção, combates navais, abordagens, lutas corpo a corpo, todo esse lado que faz parte das guerras navais da época, especialmente neste periodo em que Ingleses e Franceses lutavam pelo domínio dos mares, tornando assim os livros empolgantes, absolutamente fantásticos e viciantes, nunca se tornando monótonos.
Em Portugal, só tenho conhecimento da publicação de três livros da série, respectivamente os três primeiros, pela ASA.
Os títulos dos mesmos são:
- Capitão de Mar e Guerra
- Capitão de navio
- A Fragata Surprise
Tal como na série do Capitão Alatriste, continuo à espera da publicação de mais alguns pela parte das editoras portuguesas, (senão há sempre a Amazon, para quem saiba ler inglês).
Uma proposta que deixo, é a aquisição do conjunto (igual ao que eu adquiri) dos três livros mais o DVD do filme, que se pode encontrar em alguns hipermercados por um preço bastante razoável.
Fica mais uma sugestão de leitura espero que gostem.
Fiquem bem
Pipas

4 comentários:

Maldonado disse...

Vi o filme e gostei imenso, apesar da época retratada não ser a que mais aprecio. Aliás, sou fã de literatura e cinema histórico.
A promoção que mencionas deixou-me com água na boca, por isso hei-de procurá-la nos hipers onde costumo fazer compras.

arco-íris negro disse...

olha migo..
eu cá gostei do filme :D

talvez um dia metas aqui alguma crítica a algo q eu li e possamos fazer uma rapsódia de opiniões :D

aespumadosdias disse...

vi o filme.

Anónimo disse...

Olá priminho... Pronto... cá estou eu a estragar o teu cantinho intelectual (a culpa é tua. Tu é que insistes. Agora tens de arcar com as consequências). Bem, na verdade não li este. Nem me parece que vá ler. Tem pinta de ser chato p'ra caramba.
Para quando um post sobre o grande Kamasutra, do Vatsyayana?
Vou esperar sentada...
Beijos da tua prima querida e adorada,
Angiestrumpf